Mais uma lista de tendências

site-publicitantes

13 abr Mais uma lista de tendências

A crise bateu em todo mundo, não há como negar, mas com ela sempre vem oportunidades e acredito sim que esse ano éO Ano do Digital.

Sei que já passamos 1/4 do ano, mas penso que ainda há tempo. Fiz uma pequena lista com as 10 principais tendências (na minha opinião) do marketing no meio digital para 2015 e espero que elas possam nortear nossas ações durante esse ano. Vale ressaltar que continuo batendo na tecla de que marketing é marketing, independente do meio onde ele se aplica.

 

Bora pro celular

Agora já era. Em 2014 o acesso de conteúdo online via mobile já superou o de desktop.

Isso significa que a tendência para 2015 é o desenvolvimento baseado no “mobile-first”, ou seja, o foco na experiência mobile no desenvolvimento do produto.

Profissionais de marketing e desenvolvedores devem focar seus pensamentos no design responsivo.

 

Conteúdo de fora pra dentro e de dentro pra fora

Se falou muito em 2014 sobre o termo “O Conteúdo É Rei” (se bem que eu acredito que sem contexto não faz sentido algum), e claramente isso é uma realidade, mas cada vez mais os seguidores querem participar ativamente do dia a dia das marcas e contribuir com o diálogo.

Aproveite a oportunidade para usar mais hashtags de maneira correta permitindo o público a participar e compartilhar o conteúdo da sua marca.

 

Foco no conteúdo

2015 será o ano de separar homens de meninos (peguei pesado nessa?!). O Mercado não vai mais dar espaços para amadores, ou os famosos sobrinhos. Profissionais que ainda se atrapalham quando o assunto é marketing de conteúdo precisam focar nessa área para não ficar à deriva.

Com tamanha quantidade de conteúdo qualificado sendo gerado pelas grandes marcas, o grande trunfo para o ano será encontrar novos canais de distribuição para esse conteúdo. Volto a tocar no assunto que cada vez mais as marcas terão que entender e abraçar a mídia paga de conteúdo para aumentar o alcance.

 

Experiências digitais “In-Store”

Já ouviu falar nos beacons? Não? Então é bom ficar espertos porque eles estão vindo com força total em 2015. A agencia de marketing do Google fez uma pesquisa revelando que quase 85% dos donos de smartphones usam seus aparelhos enquanto estão comprando em uma loja física.

A tecnologia dos beacons vem avançando nos últimos anos e com isso, o potencial para criar experiências na loja está prontinho para ser explorado. Precisamos aproveitar a chance de transformar o celular não só como uma fonte de entretenimento e distração, mas como uma ferramenta de vendas.

 

Alcance orgânico já era

Não é de hoje que venho dizendo sobre a diminuição do alcance orgânico do Face e já até fiz um artigo aqui no blog só sobre o que eu penso sobre esse assunto.

Bom, com o alcance orgânico descendo ladeira a baixo, as marcas vêm aumentando seus investimentos em publicidade no Social Media com o intuito de manter sua presença (para a noooosssa alegriaaa!!!).

Vale lembrar que a empresa de Mark Zukin já se mostrou tendenciosa a dar cada vez mais ênfase no autoplay de comerciais em vídeo.

Não podemos esquecer que o velho Twitter e novos players no mercado de publicidade em mídias sociais, como Snapchat e Instagram, ganharão cada vez mais espaço e força no mercado em 2015.

 

Além do SEO

O SEO já faz parte do mundo das marcas (da sua não? Ai meu Deus!) mas só ele já não é mais suficiente. Os sites precisam estar otimizados para os dispositivos móveis, pois o melhoramento dos rankings nesses casos já é realidade.

Além disso, links sociais do Facebook e Twitter por exemplo, com certeza irão trazer mais peso para esses rankings.

A principal mudança para 2015 será a transferência de recursos que antes eram destinados somente para SEO planejamento de marketing mais abrangentes, que misturam o SEO às mídias sociais, conteúdo, etc.

 

Olhar 360

Passei 2014 inteiro ouvindo falar de “Big Data” (aliás, quase enchi o saco com isso), mas será em 2015 que realmente poderemos utilizar esses dados todos para alguma útil e coloca-los em prática.

Remarketing e campanhas pagas baseadas em dados captados e analisados dos usuários serão cada vez mais assertivos e mais utilizados.

Algumas marcas mais gabaritadas irão combinar seus dados online com dados offline pela primeira vez, apresentando um olhar de 360 graus ao comportamento de seus consumidores.

 

Intuição? Não né!

Seria uma ingenuidade (pra não dizer burrice) basear um planejamento e uma decisão de marketing somente na sua intuição com tantos dados disponíveis.

A quantidade de ferramentas para testes A/B facilitou demais a vida das empresas no trabalho de capitação de dados. O investimentos em design e desenvolvimento é mínimo.

 

Um vídeo vale mais que 1000 imagens

Já é mais que provado que vídeos geram mais visualizações, curtidas e consequentemente, mais engajamento. Em 2014 essa tese amadureceu e este ano é quando vamos colher.

Não só as grandes marcas, mas as pequenas e medias também devem entrar e abusar desse recurso.

 

Vestindo tecnologia

Google glass, Moto360, Apple Watch entre muitos outros tipos de tecnologia vestível devem fazer parte do pensamento do profissional de marketing em 2015. O mercado desses brinquedinhos deve ver um crescimento grandioso em 2015, e nós devemos estar prontos para tirar vantagem dessa oportunidades.

 

Bom, essas são algumas tendências que julguei importantes e que podem ir por água a baixo em qualquer momento, então cabe a cada um ficar sempre de olhos abertos e ouvidos atentos, porque internet vocês sabem como é, né?! Valeu!

webnet
midia@webnet.inf.br
Nenhum Comentário

Faça um comentário.